MENU

SMEGazine

Quatro frigoríficos Anni 50 artísticos

O que acontece quando se juntam quatro frigoríficos FAB28, quatro artistas da Nova Zelândia e uma boa causa? Nascem quatro extraordinárias peças de arte que refletem diferentes visões artísticas e do mundo, mas que se complementam.

Em 2013, a Smeg lançou um desafio aos designers da Nova Zelândia, com o intuito de personalizarem um FAB28 branco. Mas este exercício estilístico era um meio para algo mais extraordinário: os quatro frigoríficos iriam reverter para a associação Hands Across the Water que ajuda crianças tailandesas que vivem em carências financeira e familiar.

Desta intensa competição conceptual destacaram-se quatro artistas, com quatro diferentes perspetivas de (re)interpretação dos valores da Smeg e da linha dos Anos 50. Alguma vez imaginou que um FAB poderia transformar-se numa colmeia? Mike Grobelny criou o FAB28 Hive (Colmeia). Usou o frigorífico para abordar a importância do desenvolvimento ambiental sustentável. Revestiu o FAB28 com uma estrutura de cedro para celebrar as abelhas e a sua importância no ecossistema.





Mark Ussher com 50s Retro e Jayne Anderson com o Gumball, focaram-se diretamente na cultura dos Anos 50. Esta viagem no tempo remete-se para o uso de cores vivas e formas arredondadas que evocam anúncios publicitários e máquinas de gomas.

   

Mas a grande surpresa foi Stack, do Arquiteto Mark Frazerhust, que ganhou o primeiro prémio na competição. O FAB representa o resultado da fusão da madeira com o metal, o natural e o industrial, e o encontro do equilíbrio perfeito entre os dois. Bem, como a tentação de remover uma barra de madeira, tal como o jogo Jenga - o que torna Stack único, e poderoso!

Poderá ver alguns dos passos de criação destes FAB artísticos clicando nos links, abaixo:  

2014 Smeg S.p.A. © - P.iva 01555030350
Italia United Kingdom Other countries France Deutschland Netherland España Sverige Русский